Projetos de Pesquisa

Projetos de pesquisa em andamento

1) Guia brasileiro de avaliação da aptidão física relacionada à saúde e hábitos de vida – Etapa I

Descrição: A avaliação da aptidão física relacionada à saúde no Brasil tem grande tradição e há muitos anos vem sendo motivo de investigações na área de Educação Física. A maior parte dos estudos brasileiros ao analisar os níveis de aptidão física da população fez uso de pontos de corte de baterias de testes motores desenvolvidos em outros países, essa estratégia metodológica limite o poder das inferências, pois os pontos de corte adotados são provenientes de outras populações, sobretudo a Norte-Americana e a Europeia que difere da população brasileira em costumes, cultura e nível econômico. O presente projeto é a primeira etapa de uma série de inciativas que compõem a construção do Guia Brasileiro de Avaliação da Aptidão Física Relacionada à Saúde e Hábitos de Vida da população. Essa primeira etapa tem como objetivo principal propor pontos de corte para o teste de aptidão aeróbia que estejam baseados na associação dos valores de adiposidade corporal e níveis de pressão arterial sistólica e diastólica em adolescentes brasileiros. Os objetivos secundários estão relacionados a avaliar as condições de saúde desses adolescentes. 

Financiamento: CNPq

Coordenador da pesquisa: Prof. Dr. Diego Augusto Santos Silva

2) Efeito de um programa de intervenção multicomponente na aptidão física relacionada à saúde e imagem corporal: estudo de base escolar em adolescentes de Florianópolis, SC.

Descrição: Contextualização: Na adolescência, os indivíduos são influenciados por fatores biológicos e pelo contexto no qual estão inseridos. Nesta perspectiva, as alterações na aptidão física e na imagem corporal que ocorrem nessa fase são decorrentes da interação entre estes aspectos. As prevalências de baixos níveis relacionados aos componentes da aptidão física e de insatisfação com a imagem corporal em adolescentes são elevadas e preocupantes, pois representam fatores de risco para diversos agravos à saúde. Dessa forma são necessários programas de promoção de comportamentos saudáveis visando aprimorar a aptidão física e a imagem corporal de adolescentes. Objetivo: Analisar o efeito de um programa de intervenção multicomponente, realizado durante um semestre letivo, na aptidão física e na imagem corporal de estudantes do 6° ao 9° ano de escolas da rede municipal de ensino de Florianópolis, Santa Catarina. Método: Trata-se de um ensaio clínico controlado e randomizado por conglomerado. Farão parte da amostra, adolescentes de duas escolas do município de Florianópolis, uma delas será alocada o grupo experimental e na outra o grupo controle. O programa de intervenção será composto por 14 semanas e incluirá atividades físicas e ações educativas. As variáveis aptidão cardiorrespiratória, muscular e a composição corporal serão mensuradas a partir dos testes aeróbio de corrida (vai-e-vem), força de preensão manual de membros superiores, abdominal modificado, teste de sentar-alcançar e impedância bioelétrica, respectivamente. Serão utilizados dos questionários para a avaliação da imagem corporal, escala das atitudes socioculturais voltadas para a aparência (SATAQ-3) e escala de autoestima.   

Financiamento: CNPq

Coordenador da pesquisa: Prof. Dr. Edio Luiz Petroski

3) Saúde PositHIVa da Criança e Adolescente: Diagnóstico da Aptidão física, de Comportamentos Saudáveis e do Risco Cardiometabólico em um estudo caso-controle

Descrição: A terapia antirretroviral combinada tem reduzido a mortalidade e a morbidade relacionada à infecção pelo HIV, assegurando o crescimento, desenvolvimento e melhorando a qualidade de vida de crianças e adolescentes que vivem com o HIV. Entretanto, a dinâmica entre e o HIV a TARV promovem alterações na composição corporal, no perfil lipídico, glicêmico e inflamatório que aumentam o risco de desfechos cardiovasculares e diminuem a qualidade de vida do paciente. A aptidão física, a atividade física e o consumo alimentar, encontram-se inadequados, assim como há uma percepção negativa da imagem corporal e qualidade de vida. Entretanto são necessários mais estudos sobre a temática. O objetivo deste projeto é analisar a aptidão física, os comportamentos saudáveis e o risco cardiometabólico de crianças e adolescentes que vivem com HIV e seus pares saudáveis. Estudo observacional, de corte transversal, do tipo caso-controle. A amostra será composta por crianças e adolescentes (8 a 15 anos) que vivem com HIV, em seguimento clínico no Hospital Infantil Joana de Gusmão e por escolares saudáveis de uma Escola Básica Municipal de São José, ambos da Grande Florianópolis – SC, Brasil. Aptidão física será avaliada por teste de esforço e medida de preensão manual. A atividade física será avaliada por acelerômetros. O comportamento alimentar, a percepção da imagem corporal e qualidade de vida, tabagismo e consumo de álcool serão avaliados por questionários. A composição corporal será avaliada pela pletismografia, impedância bioelétrica e absociometria por dupla emissão de raios-X. O perfil lipídico (CT, TG, HDL-c, LDL-c), glicêmico (glicose, insulina e hemoglobina glicada) e inflamatório (PCR, IL-6, IL-18, TNF-α, adiponectina, dímero-D) será caracterizado a partir da análise de amostras de sangue. As variáveis de cardiovasculares de espessura médio-intimal da carótida, pressão e rigidez arterial serão mensuradas por métodos padronizados. Na análise descritiva e inferencial (testes bivariados e multivariados), serão adotados níveis de significância de 5% (α ≤ 0,05 ou IC 95%). 

Coordenador da pesquisa: Prof. Dr. Edio Luiz Petroski